• 11 de maio de 2020
  • abaxsistema
  • ÁBAX

A FGV (Fundação Getúlio Vargas) fez recentemente uma pesquisa e levantou um dado que pode ser considerado alarmante: nada menos do que 86% das empresas brasileiras (um universo de aproximadamente 18 milhões de empreendimentos) conta com algum tipo de irregularidade ou pendência frente à RF (Receita Federal), com a Sefaz (Secretaria da Fazenda) ou mesmo com as contas registradas do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço).

E o panorama pode ser ainda mais grave pois, o estudo não leva em consideração os controles e fiscalizações dos Estados. O solicitante da pesquisa foi o Ibracem (Instituto Brasileiro de Certificação e Monitoramento). Para o levantamento das dados, foram avaliadas cerca de 2.500 companhias em fevereiro do ano passado (2016) e logo se atualizaram as informações no mesmo período deste ano (2017).

Outro dado interessante mostra que a quantidade de organizações com pendências praticamente não mudou em dois anos. Se compararmos 2016 com 2017, encontraremos valores de 86% e 85,84%, respectivamente. A partir destas estatísticas, é possível entender que há falta de informação, de parte das companhias, em relação a suas situações frente à Receita, Sefaz e outros organismos fiscalizadores.

Uma aproximação aos números

Em linhas gerais, irregularidades desta natureza podem significar potenciais fatores de risco para companhias de vários setores. Por outro lado, quem é empreendedor sabe que a burocracia e exigências fiscais criam um verdadeiro labirinto contábil que nem sempre é fácil de organizar. Até mesmo as empresas mais estruturadas correm o risco de cometer deslizes em algum procedimento.

De fato, isso se comprova quando observamos os números citados acima e quando detalhamos um pouco mais os aspectos fiscais e contábeis das empresas (refazer o quadro abaixo com as cores da Ábax):

Entre os setores mais afetados, podemos destacar:

96,08% – Comércio
91,83% – Indústria
91,83% – Serviços
91,18% – Transportadoras
88,24% – Escritórios de Contabilidade

Soluções em gestão fiscal

Felizmente, há meios acessíveis para solucionar a maioria dos problemas mais comuns no que se refere aos procedimentos contábeis e fiscais. Neste sentido, contar com as ferramentas adequadas para automatizar processos e agilizar o acompanhamento dos dados faz toda a diferença. E já que contar com soluções de gestão fiscal inbound é um fator crítico, ao adotar soluções adequadas, sua empresa poderá:

Reduzir as Inconformidades: as notas fiscais recebidas costumam criar vários problemas de gestão. Com um software de gestão, é possível reter conhecimentos e regras fiscais em um só banco de dados.

Atender às imposições fiscais: com a ferramenta adequada, fica mais fácil apurar as obrigações e créditos fiscais, registrar automaticamente as notas no ERP e proceder com a classificação fiscal.

Melhorar a conferência e registro físico e fiscal: a padronização e automatização de processos afins à gestão de estoques fica mais fácil quando se adotam soluções de gestão integrada

Por isso, contar com ferramentas como o ÁBAX ajuda seu empreendimento a modelar e contar com processos otimizados, o que proporciona informações de qualidade, melhora a produtividade e reduz os custos operacionais.

Através da integração de processos estruturados de controle de requerimentos fiscais, companhias que incorporem ferramentas como a nossa têm como benefício a redução de até 90% dos esforços de gestão.

Quer conhecer melhor o ÁBAX? Entre em contato conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat