• 16 de fevereiro de 2022
  • abaxsistema
  • ÁBAX

O setor fiscal é, certamente, um dos setores mais importantes dentro de qualquer negócio, tendo em vista tudo o que ele é responsável. No texto de hoje, vamos falar sobre esse importante setor.

Questões fiscais são sem dúvidas, preponderantes para o sucesso de qualquer empresa, seja ela grande ou pequena. Nesse sentido, fica claro a importância do setor fiscal.

Porém, algumas empresas acabam não entendendo muito bem esse setor e acabam confundindo com funções administrativas. 

Por isso, no texto de hoje, falaremos sobre esse setor, explicando claramente as suas reais funções. Siga conosco e descubra!

O que é o setor fiscal?  

O setor fiscal é um departamento dentro de uma empresa, responsável por escriturar todas as movimentações de caráter fiscal, fazer a análise de impostos e garantir que as obrigações acessórias sejam seguidas. 

É onde é feita a gestão tributária na empresa, acompanhando e controlando as atividades que de alguma forma tenha correlação com os impostos/tributos. 

Dessa forma, praticamente todas as atividades da empresa devem passar pelo setor fiscal. Como exemplo claro, podemos citar: compra de insumos para o estoque, empréstimos, vendas parceladas, entre outras.

Além desse controle, é um setor que trabalha junto dos outros setores para trazer melhorias no planejamento interno, implantar formas mais eficazes de controle fiscal, entre outros processos comuns em empresas.

Funções do setor fiscal 

Vamos dar uma olhada em algumas das principais funções do setor fiscal:

Recebimento e organização fiscal 

Essa é a rotina que as pessoas mais têm clara, quando pensam no setor fiscal, que é receber e organizar todas as notas fiscais da empresa. 

Sendo uma função muito importante, porque é essencial para que tudo fique em dia e correto, em relação às operações da empresa. Além de garantir que tudo fique de acordo com a Receita Federal.

Conferência da documentação fiscal

As empresas possuem vários documentos, ainda mais empresas grandes que tem dezenas de setores. Então, cabe a alguém fazer a conferência desses documentos, aqui também entra o setor fiscal com a sua função de conferência de toda documentação fiscal.

Basicamente, todos os documentos de uma empresa que tiverem implicações tributárias, precisam passar pela conferência do setor. 

Dessa forma, todas as notas de caráter fiscal, despesas, contas a pagar, entre outras documentações, precisam ser repassadas para o setor fiscal, que fará os cálculos necessários. 

Verificação e apuração de tributos 

Manter os tributos em dia é algo muito importante nas empresas, para que isso funcione o setor fiscal precisa verificar e apurar os tributos, e posteriormente fazer a emissão das guias que precisam ser pagas. A saúde fiscal da empresa depende disso.

Tendo em vista, que cálculos errados acarretarão pagamentos errados que vão gerar problemas e sanções para as empresas. Com isso, fica claro que o setor sempre deve agir com o máximo de cautela. 

Entre os principais impostos, podemos destacar:

  • Imposto de Renda para Pessoa Jurídica (IRPJ);
  • Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS);
  • Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI);
  • Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS);
  • Programa de Integração Social (PIS);
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS).

Além desses e outros tributos, também é função do setor verificar que o regime tributário que a empresa está inserida é o melhor para ela e se ela concorda com a legislação, que sempre está sendo atualizada e trazendo mudanças. 

Porque, como visto acima, as empresas possuem dezenas de obrigações tanto fiscais quanto tributárias, e podem ser penalizadas caso algo esteja em desacordo.

Lançamentos fiscais de entradas e saídas

Outro fator muito importante nas empresas, é fazer a comprovação das movimentações feitas e recebidas, para que o controle de fluxo do caixa seja feito de forma mais fidedigna.

Para que tudo fique alinhado é preciso lançar corretamente as entradas e saídas. Dessa forma, garante que tudo fique registrado e facilitará para possíveis conferências. 

Envio de demonstrações contábeis 

As demonstrações contábeis são relatórios que mostram o fluxo financeiro e contábil de uma empresa em um período, onde é possível ter um recorte exemplificado em números sobre o desempenho da empresa. 

Sendo que esses envios são obrigatórios, sob a Lei nº 6.404/76. Sendo mais uma das funções do setor fiscal.

Conclusão

No texto de hoje, falamos sobre um dos setores mais importantes dentro de uma empresa, o setor fiscal. Vimos o que ele representa e apontamos suas principais funções. Vamos recapitular:

  • Recebimento e organização fiscal;
  • Conferência da documentação fiscal;
  • Verificação e apuração de tributos;
  • Lançamentos fiscais de entradas e saídas;
  • Envio de demonstrações contábeis.

Essas funções são primordiais para que tudo caminhe corretamente na empresa. Por isso, o setor fiscal é tão importante, porque se ele não trabalhar corretamente irá afetar toda a empresa. 

Por isso, é um setor que toda empresa deve dar muita importância e contar com bons programas e profissionais para garantir que tudo funcione o melhor possível.

Gostou do conteúdo? Conte para nós nos comentários e não esqueça de compartilhar em suas redes sociais. Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *