• 8 de março de 2022
  • abaxsistema
  • ÁBAX

NSU é uma sigla pouco conhecida fora do cenário fiscal. No texto de hoje, vamos te explicar o que ela é, além de mostrar a sua importância para o ERP. Acompanhe!

Existem muitos elementos no ambiente de emissões de documentos fiscais eletrônicos, um desses elementos é o NSU. Se você está inserido nesse meio é fundamental saber o seu significado.

Pensando nisso, no texto de hoje vamos apresentar o NSU, como ele é gerado e sua principal função. Após a leitura você saberá definitivamente o que NSU quer dizer. Vamos ao texto!

O que é NSU?

NSU é a sigla do Número Sequencial Único, que é um código numérico gerado pela Secretaria da Fazenda (SEFAZ) para tornar possível identificar e distinguir um tipo de NF-e (Nota Fiscal Eletrônica), um evento dela, uma carta de correção eletrônica ou também um conjunto destes arquivos.

Em linhas gerais, o NSE exista para conseguir identificar um evento nos documentos fiscais (eletrônicos) que estejam ligados a um CNPJ. Além disso, todo o processo de distribuição dos documentos fiscais é feito pela SEFAZ, sendo efetuado através de NSU.

Após receber um retorno de uma consulta da SEFAZ, o documento fiscal apresentará um número NSU ligado a ele.

Entenda melhor no exemplo: NF-e 214 – NSU: 11.

Dessa forma, a consultado na SEFAZ deverá ser feita com a informação do último NSU que foi consultado. No exemplo acima, o último NSU pesquisado foi o número 11, dessa maneira, para a próxima consulta, precisará ser feito a partir dele. 

Existem duas formas de conseguir guardar este número:

  • Manualmente: no fim do dia, deve-se confrontar os resultados com o sistema de vendas e também com o extrato da adquirente. Essa prática é popularmente conhecida como “fechamento do caixa”.
  • Solução automatizada: utilizando um sistema de automação de processos para esse fim, é possível economizar bastante tempo, contando com avisos, caso encontre dados inconsistentes.

Como o NSU é gerado?

Esse processo se dá por conta da SEFAZ, onde após ser protocolado um documento ou evento fiscal., a SEFAZ é a responsável por aprovar dos documentos do CNPJ, que posteriormente serão sincronizados com a AN (Ambiente Nacional).

Dessa forma, podemos afirmar que é no AN, que ocorre toda a centralização das informações dos documentos. Sendo nesse ponto que NSU é gerado, sempre após a inserção de um evento do banco de dados do AN. 

Podemos inferir que é no AN, então, que acontece a centralização das informações sobre os documentos. Além disso, cada NSU é sequenciado pelo CNPJ, com isso, cada CNPJ tem acesso aos arquivos sequenciados no AN.

Qual é a principal função do NSU?

A principal função atribuída ao NSU , é a possibilidade de consulta dos documentos fiscais por quem foi citado nos documentos. 

Então, quando realizar um pedido de consulta, é função dos autores informar o código NSU, para que dessa forma seja possível receber um retorno de um arquivo compactado contendo todos os documentos presentes naquele código NSU.

Com isso, utilizando esse procedimento, a empresa poderá fiscalizar de que forma seu CNPJ está sendo citado, evitando fraudes e outros prejuízos que emissões erradas de terceiros e prepostos.

Importante: assim que um contribuinte realizar uma operação nesse ambiente de autorização, o resultado é um arquivo. XML (representando o documento fiscal da operação), que poderá ser copiado livremente. É importante dizer que as cópias do arquivo .XML serão consideradas como originais.

Qual é a importância do código NSU para um ERP?

ERP quer dizer planejamento de recursos empresariais, por isso, o NSU é também importante, pois serve como uma forma para identificar documentos fiscais eletrônicos, passando a ser de grande valia para que a gestão deu uma empresa seja aprimorada.

Com isso, as Software Houses, que incrementarem seus serviços poderão considerar usar as informações contidas nos documentos fiscais eletrônicos, como uma forma de integração com o ERP.

Dessa forma, todo o gerenciamento dos dados se tornar muito mais simples e completo, agregando isso as informações fiscais, que serão vários benefícios, dentre os quais podemos destacar: 

  • Facilidade para rastrear;
  • Aumento do controle;
  • Além de maior integração.

Dica: ter um entendimento amplo dos documentos fiscais e consequentemente aplicação desse conhecimento nos serviços prestados é um excelente formas de buscar parcerias, novas oportunidades e expandir as vendas da empresa.

Conclusão

No texto de hoje entendemos o que é o código NSU, como ele é gerado e sua principal função. Além disso, explicamos a sua importância para o planejamento de recursos empresariais (ERP).

Entender o código NSU é fundamental para entender vários processos que são criados a partir dele. Algo muito importante no universo das NF-e.

Gostou desse artigo? As informações foram úteis? Conte para nós nos comentários. Não esqueça de compartilhar em suas redes sociais e continuar nos acompanhando. Agradecemos a sua leitura e nos vemos em breve. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *